Organização das prateleiras de supermercado: 5 dicas para aumentar suas vendas

Todo estabelecimento almeja atrair pessoas e convertê-las em clientes, é fato. As ações de divulgação o e enaltecimento da marca variam desde panfletos à um comercial de TV, afinal, como sempre ouvimos a propaganda é a alma do negócio, certo? Bem, correto. No entanto, a propaganda é somente um dos pilares para atração de clientes e conversão em vendas. O que a maioria de nós não sabemos, é que existe um conjunto de estratégias para não só atrair o consumidor como fazer com que ele adquira determinado produto, desde a abordagem à retenção do cliente no ambiente de compra. Um bom exemplo disto é a organização das prateleiras do supermercado.

Acredite se quiser: nenhum produto está onde está por acaso. Por detrás de seu posicionamento em uma gôndola, existe uma série de estudos e estratégias para determinar sua localização. E a regra é geral: vale tanto para pequenos estabelecimentos para quanto para grandes hipermercados. Confira agora algumas dicas sobre como organizar as gôndolas e prateleiras de seu mercado para aumentar sua lucratividade.

Organizando por níveis

Estudos revelam que a organização de prateleiras de supermercado costuma se dividir em cinco principais níveis: produtos acima da cabeça, na altura dos olhos, à altura da cintura, abaixo da cintura e à altura do chão.

É importante ressaltar que a posição é relacionada à circulação do cliente. As prateleiras são organizadas de acordo com o campo de visão, ou seja, os produtos que estão neste campo, à altura dos olhos, chamam naturalmente mais a atenção. Aqui, deixamos, portanto, as marcas mais conceituadas e cuja a venda pretende-se realizar com mais frequência. Você sabia que existem fornecedores que chegam a pagar por esta posição?

Acima da cabeça, os produtos de menor destaque preenchem as gôndolas. É o campo de menor notoriedade pelo campo de visão. Alinhado à cintura e abaixo dela, é recomendado deixar os produtos mais baratos e populares. Essa posição está abaixo do campo de visão do consumidor, porém, por se tratar de marcas e produtos de grande procura, serão procurados e vendidos da mesma forma.

Organizando de forma vertical e horizontal

Neste modo de organização, os produtos podem ser colocados verticalmente e horizontalmente. Quando optamos por organizá-los de modo vertical, causamos um impacto visual maior para a marca exposta. Estudos revelam que nossos olhos tendem a visualizar primeiro da esquerda para a direita e de cima para baixo. Deste modo, quando as gôndolas são organizadas de modo vertical, o consumidor tende a notar os produtos à medida que caminham pelo corredor.

O modo horizontal também é indicado, porém, pode dificultar o acesso às prateleiras mais altas por pessoas cuja estatura é mais baixa.

Organizando de modo aleatório

Não é recomendável organizar as prateleiras de supermercado de modo aleatório em um estabelecimento por diversos fatores. Testes afirmam que este modo de organização resulta em quedas nas vendas em função de o consumidor se confundir e gerar sentimento de frustração por não encontrar o que procura. Além disso, pode transmitir a sensação de desorganização ao cliente.

Cross Selling

É importante aproveitar a tática de cross selling. Apesar do termo desconhecido, ele traz resultados bem satisfatórios em curto prazo de tempo. Já foi ao supermercado comprar um macarrão e se deparou com uma lata de molho de tomate, milho verde dentre vários outros complementos que no fim também acabaram dentro de seu carrinho?

Isto significa que a estratégia de unificar a venda do produto que você pretendia levar com outros produtos adicionais e relacionados a ele, deu certo. Procure sempre deixar produtos que se complementam próximos uns dos outros, desde que faça sentido. O cliente sempre tende a levá-los também. Você pode ver mais sobre essa tática e exemplos de como aplicá-la clicando aqui.

Aproveite as datas comemorativas!

Festa Junina? Páscoa? Natal? Datas comemorativas são uma grande oportunidade de organização dinâmica e chamativa para as prateleiras e gôndolas de um mercado. Stands decorados, produtos relacionados entre si (como abordado no tópico acima), etc. são ótimas dicas de como dispor as marcas e fazer com que vendam ainda mais de acordo com as datas sazonais. Você pode ler mais sobre ideias de decoração em datas sazonais clicando aqui.

E você? Quais dessas dicas já são utilizadas em seu estabelecimento e quais delas pretende colocar em prática?